Como Montar Uma Auto Escola

Como Montar Uma Auto Escola

Para quem pretende montar uma autoescola, ou centro de formação de condutores (CFC),  e não sabe por onde começar,  um dos primeiros passos é fazer uma consulta ao Departamento Nacional de Trânsito, ou no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) da sua cidade. Lá, o interessado vai se inteirar das exigências com relação às instalações, veículos necessários, espaço físico requerido etc.

Hoje em dia, muita gente tem carro devido às facilidades de crédito oferecidas pelo setor automobilístico. As pessoas saem da agência ou concessionária com um carro zero sem ter quase nada no bolso, pagando o bem recém-adquirido em suaves prestações a perder de vista. Mas o que isso significa dizer? Simplesmente que existe mercado para abertura de autoescola, já que a demanda por automóveis inclui, consequentemente, pessoas que precisam tirar carteira de habilitação. Além disso, com a legislação de trânsito mais rigorosa, muita gente está voltando à autoescola por diversos motivos.

 

Infelizmente, o ramo de autoescolas é bem concorrido nas grandes capitais brasileiras, por isso, é  preciso ter um diferencial para chamar atenção dos possíveis clientes. Mas como então marcar o seu espaço em um mercado que tem bastante empresas do ramo? Por meio de instrutores competentes, que saibam orientar muito bem os alunos, que tenham bastante conhecimento sobre o próprio trabalho, além de uma frota em perfeitas condições de uso.

Mesmo que você, empreendedor, esteja presente no ramo de atividade, muito provavelmente não tem todas as informações do ramo em mãos. Assim, é interessante visitar o maior número de autoescolas possível.

Essa é a melhor forma de aprender um pouco mais sobre este empreendimento e saber as diversas nuances sobre o setor e as dificuldades existentes. É preciso pesquisar profundamente e o resultado disso será um composto de ideias sobre como será a sua futura nova autoescola.

 

Fazendo O Plano De Negócio Da Autoescola

Pense na localização dela; na obtenção de clientes; na colocação no mercado em plena concorrência ou não, dependendo do lugar onde abrirá; na operacionalidade da empresa; na equipe; no formato de gestão; se existem potenciais clientes em vista; se você possui dinheiro em caixa para investir; e se essa atividade tem a ver com a personalidade de quem vai empreender.

Respondendo a essas perguntas, será possível ter uma visão das condições reais de tirar os planos do papel e colocá-los em prática. Com essas respostas, será possível fazer um planejamento prévio do negócio.

O plano de negócio é o projeto do empreendimento em que cada uma das respostas obtidas deve ser trabalhada da forma mais detalhada possível. Por exemplo, o formato da empresa, a localização dela, quais serviços serão oferecidos, como eles serão prestados, quais serão os diferenciais e benefícios dela, quem será a clientela e onde ela está, qual será a função dos responsáveis pela empresa, como será o empreendimento, qual o preço será cobrado, qual resultado desejado, qual o investimento será feito e se haverá sócios dividindo os valores iniciais a serem gastos devem ser colocados no papel e respondidos sistematicamente.

 

Como Montar Uma Autoescola

Você pode já ter sido aluno de uma autoescola, mas dificilmente sabe como é  ser o dono de uma. O nome usado nos dias de hoje para as autoescolas é Centro de Formação de Condutores (CFCs). O  registro para que ele possa funcionar é expedido pelo órgão de trânsito que jurisdiciona a área onde o empreendimento será instalado

Existe uma classificação dos centros, que poderão oferecer aulas teórico técnicas ou somente práticas ou ambas, porém, é preciso definir a área de atuação e registrá-la conforme a atividade que exercerá. As categorias para as autoescolas são “A” , para as que oferecem ensino teórico técnico,  “B”  para aulas práticas de direção e “A/B” para ensino teórico técnico e de prática de direção.

 

Requisitos Necessários

Os interessados em registrar a autoescola deverão redigir e levar ao diretor da unidade circunscricional, (Detran do estado pretendido) uma carta de intenção de registro indicando a categoria escolhida e localização do empreendimento. Assim, haverá uma vistoria para ver se o empreendedor tem requisitos para poder ter uma autoescola.

Essas exigências são as seguintes: ter uma diretoria de ensino com instrutores capacitados pelas Controladorias Regionais de Trânsito; estar subordinado a uma razão social; atender os requisitos didáticas, de higiene, segurança e conforto; ter aparelhagem técnica para que as aulas teórico técnicas ocorram e ter meios complementares de ensino, ter automóveis com o máximo de oito anos de fabricação e os veículos deverão ter duplo comando de freios.

No caso do ensino para a categoria A de veículos (motocicletas), a empresa deve contar com ao menos dois veículos com, no mínimo 120cc (cento e vinte centímetros cúbicos). As motos também devem possuir câmbio mecânico e, no máximo, cinco anos de uso.

Da mesma maneira que existe uma concorrência acirrada no setor, existe também muita demanda. Faça uma análise detalhada do mercado concorrente, localização, preços, serviços oferecidos, etc. Analisar seu público-alvo é muito importante para começar a traçar estratégias de marketing e atuação de mercado, fatores como idade, renda, condição financeira, contarão bastante.

Tal qualquer empresa, uma autoescola também precisa fazer registro nos seguintes órgãos:

  • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
  • Secretaria Estadual de Fazenda;
  • Entidade Sindical Patronal;
  • Prefeitura do Município (para obtenção do alvará de funcionamento);
  • Caixa Econômica Federal (no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”);
  • Junta Comercial;
  • Vigilância Sanitária (para obtenção do alvará de funcionamento);
  • Corpo de Bombeiros Militar.

 

Localização Ideal Da Autoescola

Para alugar um imóvel que vá servir para a autoescola, é preciso verificar se ele atende as pretensões do micro empreendedor, se existe espaço para uma instalação que ofereça bem-estar, se a vizinhança é compatível com o tipo de público pretendido a ser cliente, se conta com serviços como esgoto, telefone, internet a cabo ou wireless, luz e água. É importante levar em conta também se é de fácil acesso tanto para os que andam em transporte público como aqueles que possuem carro.

 

Esteja em locais de grande trânsito e fácil acesso, bem como próximo a ruas tranquilas para que os alunos possam chegar nelas de forma prática para os testes mais avançados, como de estacionamento.

Tenha uma boa sinalização na rua para ser encontrado, que pode ser por meio de outdoor, banners ou faixas na sua fachada. Afinal, é preciso informar que seu empreendimento já está em funcionamento. Estar em avenidas principais é o ideal, mas nem sempre é possível encontrar um imóvel tão bem localizado. A dica, então, é optar por vias paralelas, mas que também possua grande número de transeuntes.

Ainda é fundamental fazer a verificação se o local sofre com enchentes ou se está em uma zona de risco. Para isso, pergunte a quem mora perto.

 

Atenção À Regularidade Do Imóvel!

Assim como os aspectos anteriores, é fundamental verificar se  o imóvel está com a documentação em dia com a prefeitura. Também analise a planta da edificação  e confira se foi feita alguma obra posterior, que tenha modificado a planta inicial. Ainda com a prefeitura, veja:

  • Se o imóvel possui o Habite-se;
  • Se a atividade a ser realizada ali é permitida pelo governo municipal;
  • Se o IPTU está em dia;
  • Como o poder executivo lida com as placas de identificação do lugar.

A localização da autoescola deve estar de acordo com a legislação do município. Seguindo todas as regras, o empreendedor vai precisar de uma área com cerca de 60 m².

 

Equipamentos E Estrutura Para O Funcionamento Da Autoescola

O ambiente de uma autoescola precisa contar com certa harmonia interna. Isso inclui associar com cuidado a decoração, iluminação e espaços para movimentação, além de vitrines, letreiros e estacionamento. Isso tudo compõe uma maneira de os clientes verem a empresa. Afinal,o visual é a primeira imagem que os interessados terão do empreendimento.

Os materiais necessários para a autoescola são os de escritório, computador, telefone, fax e pelo menos dois carros. Os veículos em bom estado, as instalações em perfeitas condições (com sala de instrução teórica de 12 m², no mínimo) e banheiros devem estar presentes.

As salas de aula para as aulas teóricas de direção devem oferecer o mínimo de conforto possível, com cadeiras confortáveis e ambiente climatizado e não se esqueça bebedouros para os alunos.

Além disso, a autoescola precisa contar com leitor biométrico. Isso porque, segundo a resolução 287 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), de 29 de julho de 2008, a identificação dos alunos é obrigatória por esse meio, de modo que seja possível comprovar a presença do indivíduo em todas as aulas mínimas necessárias para a habilitação.

Já segundo a resolução nº 543/2015, a autoescola também c=precisa contar com simulador de direção para a categoria B de habilitação (veículos de quatro rodas e de pequeno porte). Segundo as regras, o simulador poderá ser utilizado de modo compartilhado com outra empresa, mas é necessário apresentar ao Detran o contrato de parceria com outro Centro de Formação de Condutores.

 

Documentos Necessários Para Abrir Uma Autoescola

O processo de registro da empresa é feito depois da escolha do imóvel adequado e da feitura da contratação do aluguel. Assim, é possível escolher duas modalidades básicas para que o empreendimento seja legalizado: como empresário, em que não há sócio, ou como sociedade empresária, nas situações em que haja um ou mais sócios.

O processo de regulamentação da empresa é trabalhoso e, muitas vezes, realmente complexo. Por isso, a indicação que fazemos é que o empreendedor busque um contabilista ou empresa de contabilidade para fazer esse trabalho. São muitas as documentações e trâmites burocráticos , com custo total que gira em torno de R$ 2.000,00.

Tributação Do Centro De Condutores

Finalmente, é importante ressaltar que a empresa precisa arcar com uma série de impostos. São eles:

  • IRPJ (Imposto De Renda Da Pessoa Jurídica);
  • ICMS (Imposto Sobre Circulação De Mercadorias E Serviços);
  • PIS (Programa De Integração Social);
  • CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido);
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social);
  • INSS (contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social);
  • ISS (Imposto sobre Serviços).

Caso o empreendimento seja uma Microempresa (ME) ou uma Empresa de Pequeno Porte (EPP), é possível encaixá-la no Simples Nacional. Ou seja, no sistema que permite o pagamento de diversos impostos por meio de uma única guia. Um ME pode ter faturamento máximo de R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais) por ano. Enquanto isso, uma EPP pode lucrar até R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais) anualmente.

 

Capital Inicial A Ser Investido Para Montar Uma Autoescola

De acordo com a estrutura da autoescola a ser montada, o valor estimado para começar é de R$ 65.000,00, contando com dois carros pequenos. Contudo, é preciso saber que isso é um valor genérico, básico, que muda de estado para estado conforme os preços dos carros envolvidos. Contudo, antes de investir, pesquise e coloque no papel todos os gastos que terá com imóvel onde funcionará a autoescola, as instalações necessárias, tais como sala de atendimento e de aulas teóricas, banheiro, área administrativa, contratações de funcionários, de serviços, legalização da empresa e documentação.

Mesmo colocando na ponta do lápis tudo o que será gasto, saiba que ainda é preciso ter um fundo para possíveis imprevistos. É interessante  ter em caixa cerca de R$ 5.000,00, ao menos para funcionar como capital de giro. O capital de giro é o dinheiro necessário para manter o dia a da da empresa, destinado então a pagar os funcionários, contas de luz, de telefone e água. Além disso, é preciso também ter um dinheiro para suportar aqueles períodos em que há pouco movimento.

 

Pessoal De Uma Autoescola

A quantidade de pessoal também varia de acordo com a estrutura da autoescola. Essencialmente, é preciso contar com instrutores, recepcionista e administração. Atenção: o pessoal deve ser qualificado e treinado para o serviço. Este fator faz toda a diferença!

Todos os funcionários devem atender bem as pessoas, precisam ter facilidade de entendimento, paciência e poder de negociação. É preciso também que saiba identificar exatamente o que o cliente quer, pois esse, muitas vezes, não sabe expressar muito bem o que deseja.

Além dos funcionários já citados, talvez outras funções sejam necessários, tais como vigilantes, Office boy, faxineiras. Todos devem estar dentro das leis trabalhistas, registrados com salário a ser combinado, mas nunca abaixo do piso salarial referente à categoria.

Os instrutores serão formados pelo Detran de cada Estado e as autoescolas deverão ter aqueles que sejam capazes de orientar aqueles que não sabem dirigir, bem como os que pretendem renovar carteira e reciclar conhecimentos sobre direção. O empreendimento que contrata esses profissionais deve dar curso de direção defensiva a eles e primeiros socorros.

Um instrutor de direção também precisa:

  • Ter, no mínimo, 21 anos de idade;
  • Comprovar sua capacidade material necessária a instrução teórico técnica;
  • Não ter cometido nenhuma infração de trânsito de natureza grave ou gravíssima nos últimos 12 meses;
  • Ter, no mínimo, 2 anos de habilitação;
  • Não ter tido a sua habilitação cassada em nenhum momento.

 

Como Fazer O Marketing Da Autoescola?

Existem três modos de divulgar o seu Centro de Formação de Condutores: pelo seu site, redes sociais e folhetos. No caso das redes sociais, é possível investir em canais como o Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e outros que fizerem sentido para a sua estratégia de divulgação. Sempre que possível, busque auxílio de um especialista na área de Marketing, pois ele terá maior facilidade em colocar as ações em prática.

Já no caso da distribuição de folhetos, é necessário ter atenção às regras do inciso I do artigo 31 da RESOLUÇÃO Nº. 358 do Contran. Na norma, fica determinada a proibição do aliciamento de alunos por meio de corretores, representantes ou similares. Também é proibida a realização da publicidade em jornais ou outros meios de comunicação.

 




 

  • Passo 01

    Escolha o nome do seu negócio

    O nome do seu negócio será identificado como “nome fantasia” já a razão social é o nome que será registrado como pessoa jurídica.

  • Passo 02

    Defina o ramo de atividade do seu negócio

    Os ramos são:
    Indústria : Que produz bens.

    - Comércio atacadista : Que vende mercadorias, para empresas que revenderão os produtos.

    - Comércio varejista : Que vende mercadorias diretamente ao consumidor final.

    - Prestação de serviços : Que prestam serviços, para pessoas físicas e jurídicas.

     

  • Passo 03

    Qual o tipo da sua empresa?

    - Empresário (Individual)
    Trata-se de uma empresa que é titulada apenas por uma só pessoa física, que integraliza bens próprios à exploração do seu negócio. 

    - Sociedade Empresária Limitada
    Reúne dois ou mais sócios para a exploração de uma ou mais atividade econômica.

    - Sociedade Simples Limitada
    É formada por pessoas que exercem profissão intelectual, de natureza científica, literária ou artística.

    - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli)
    É uma categoria empresarial que permite a constituição de uma empresa com apenas um sócio: o próprio empresário.

     

  • Passo 04

    Registro e formalização

    Apresentar alguns documentos como endereço do local que sua empresa funcionará além dos documentos dos sócios.
    A burocracia deixe com a Montreal.

     

  • Passo 05

    Pronto!

    Montreal Contabilidade auxilia você em todos os itens acima e também formaliza o contrato social.

    Preencha o formulário abaixo e abra a sua empresa agora !


Montreal Essencial

 

  • Faturamento até 35 mil
  • Até 10 notas fiscais emitidas
  • Até 15 documentos contábeis
  • Até 1 extrato bancário
  • Apuração de impostos
  • Balanço Patrimonial
  • Obrigações Acessórias
  • Demonstrativo do Resultado
  • Folha de pagamento dos sócios
  • Folha de pagamento para funcionários
  • Declaração de IR pessoa física
  • Certificado Digital
  • Sistema Financeiro
  • Baixa de empresa
Montreal Master

 

  • Faturamento até 75 mil
  • Até 20 notas fiscais emitidas
  • Até 30 documentos contábeis
  • Até 2 extratos bancários
  • Apuração de impostos
  • Balanço Patrimonial
  • Obrigações Acessórias
  • Demonstrativo do Resultado
  • Folha de pagamento dos sócios
  • Folha de pagamento para funcionários - Até 3
  • Declaração de IR pessoa física
  • Certificado Digital
  • Sistema Financeiro
  • Baixa de empresa
Montreal Premium

 

  • Faturamento até 150 mil
  • Até 50 notas fiscais emitidas
  • Até 60 documentos contábeis
  • Até 5 extratos bancários
  • Apuração de impostos
  • Balanço Patrimonial
  • Obrigações Acessórias
  • Demonstrativo do Resultado
  • Folha de pagamento dos sócios
  • Folha de pagamento para funcionários - Até 5
  • Declaração de IR pessoa física
  • Certificado Digital
  • Sistema Financeiro
  • Baixa de empresa

Se o seu negócio não se encaixa nos modelos acima, entre em contato e solicite uma proposta agora mesmo!

Montreal Contabilidade

Abra sua empresa

Conte com a Montreal para agregar valor ao seu negócio. Converse com a gente!